domingo, 11 de abril de 2010

Páscoa, vida nova, hoje e sempre!

Nesta sexta-feira, (09/04), realizamos a Páscoa da escola.
Comentarista: Hoje, a nossa escola quer celebrar o maior acontecimento da humanidade: a Páscoa! A ressurreição de Jesus traz aos cristãos a certeza de que, com o Amor, é possível superar as dificuldades e construir um mundo melhor. Na Páscoa, Deus nos convida a caminharmos unidos na fraternidade universal.
Iniciamos a celebração com a leitura da oração da Campanha da Fraternidade 2010.



Oração: Ó Deus criador, do qual tudo nos vem, nós te louvamos pela beleza e perfeição de tudo que existe como dádiva gratuita para a vida. Nesta Campanha da Fraternidade Ecumênica, acolhemos a graça da unidade e da convivência fraterna, aprendendo a ser fiéis ao Evangelho. Ilumina, ó Deus, nossas mentes para compreendermos que a boa nova, que vem de ti, é amor, compromisso e partilha entre todos nós, teus filhos e filhas. Reconhecemos nossos pecados de omissão diante das injustiças que causam exclusão social e miséria. Pedimos por todas as pessoas que trabalham na promoção do bem comum e na condução de uma economia a serviço da vida. Guiados pelo teu Espírito, queremos viver o serviço e a comunhão, promovendo uma economia fraterna e solidária, para que a nossa sociedade acolha a vinda do Teu Reino. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Leitor 1: A Páscoa lembra-nos a libertação do judeus da escravidão do Egito. Deus não quer que nenhuma nação oprima outras nações.

Leitor 2: A Páscoa aponta-nos a direção da liberdade responsável, valorizando a Vida e o Amor.

Leitor 1: Nossa vida tem a sua história. Vamos relembrar os momentos em que saímos de uma situação difícil para outra melhor.

Leitor 2: A família de Jesus ia todos os anos à Jerusalém para a festa da Páscoa (Lc 2,41), a mais importante festa judaica do ano.

Leitor 1: Com isso, Jesus, em sua vida de Nazaré, preparava-se para realizar sua missão de salvador. Infelizmente, as autoridades religiosas de seu tempo tiveram medo que Jesus tomasse o poder de suas mãos e o condenaram à morte na cruz.

Leitor 2: Elas se enganaram. Para Jesus, o poder é servir, e não dominar. Sua morte, portanto, não foi um fracasso, mas um caminho para a ressurreição.

Leitor 1: Páscoa é libertação, é vida nova.

Comentarista: Agora, ouçamos a Palavra do Senhor.

Leitor 8: Evangelho (Mateus 26,14-25)
Naquele tempo, 14um dos doze discípulos, chamado Judas Isca­riotes, foi ter com os sumos sacerdotes 15e disse: “Que me dareis se vos entregar Jesus?” Combinaram, então, trinta moedas de prata. 16
E daí em diante, Judas procurava uma oportunidade para entregar Jesus. 17No primeiro dia da festa dos Ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Onde queres que façamos os preparativos para comer a Páscoa?” 18Jesus respondeu: “Ide à cidade, procurai certo homem e dizei-lhe: ‘O Mestre manda dizer: o meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa, junto com meus discípulos’”. 19Os discípulos fizeram como Jesus mandou e prepararam a Páscoa. 20Ao cair da tarde, Jesus pôs-se à mesa com os doze discípulos. 21Enquanto comiam, Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, um de vós vai me trair”. 22Eles ficaram muito tristes e, um por um, começaram a lhe perguntar: “Senhor, será que sou eu?” 23Jesus respondeu: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato. 24O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que trair o Filho do Homem! Seria melhor que nunca tivesse nascido!” 25Então Judas, o traidor, perguntou: “Mestre, serei eu?” Jesus lhe respondeu: “Tu o dizes”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Comentarista: Agora escutaremos um momento de reflexão proferido pelo Prof. Pedro Mendes.

Comentarista: Na certeza de que Cristo ressuscitado está presente entre nós, vamos apresentar a Deus nossos pedidos. Após cada oração todos respondem: Senhor, escutai nossa prece!

Leitor 3:


Por todos os cristãos, para que durante a Páscoa revejam com atenção suas vidas e se tornem cada vez mais discípulos e discípulas de Cristo, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Para que durante esse tempo pascal cresçamos na escuta da Palavra de Deus, na fraternidade e na oração pessoal e comunitária, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Para que nosso jejum e renúncia ao supérfluo ajudem-nos a crescer na conversão como sinal autêntico de nossa fraternidade para com os mais pobres, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Pela Igreja que vive no Brasil, para que acolha as graças recebidas durante a Páscoa e se torne sempre mais profética e empenhada em construir uma sociedade mais justa, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Todos: Eu vim para que todos tenham vidas e todos tenham vida eternamente.

Comentarista: Para encerrar nossa programação, convidamos a todos a dar as mãos e cantarmos juntos o Hino da Campanha Fraternidade Ecumênica 2010.


Ref.: Jesus Cristo anunciava por primeiro

Um novo Reino de justiça e seus valores: (Mt 4,17)/:

"Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro

E muito menos agradar a dois senhores.:/ (Mt 6,24)


1. Voz de um profeta contra o ídolo e a cobiça:

"Endireitai hoje os caminhos do Senhor!" (Mt 3,3)

Produzi frutos de partilha e de justiça! (Lc 3,8.11)

Chegou o Reino: Convertei-vos ao amor! (Mt 3,2)


2. Não é a riqueza nem o lucro sem medida

Que geram paz e laços de fraternidade; (Lc 16,19-31)

Mas todo o gesto de partilha em nossa vida (Mc 12,42-44)

Que faz a fé se transformar em caridade. (Gl 5,6)


3. No evangelho encontrareis a luz divina,

Não no supérfluo, na ganância e na ambição.

Ide e vivei a Boa-Nova que ilumina (Mt 7,21)

E a palavra da fraterna comunhão. (Mt 18,20)

Comentarista: Na certeza de que Cristo ressuscitado está presente entre nós, vamos apresentar a Deus nossos pedidos. Após cada oração todos respondem: Senhor, escutai nossa prece!

Leitor 9: Pelos governantes e pelos poderes públicos, para que trabalhem em favor da paz, da justiça e da segurança pública, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Por todos os cristãos, para que durante a Páscoa revejam com atenção suas vidas e se tornem cada vez mais discípulos e discípulas de Cristo, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Para que durante esse tempo pascal cresçamos na escuta da Palavra de Deus, na fraternidade e na oração pessoal e comunitária, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Para que nosso jejum e renúncia ao supérfluo ajudem-nos a crescer na conversão como sinal autêntico de nossa fraternidade para com os mais pobres, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Pela Igreja que vive no Brasil, para que acolha as graças recebidas durante a Páscoa e se torne sempre mais profética e empenhada em construir uma sociedade mais justa, rezemos ao Senhor.

T – Senhor, escutai nossa prece!

Todos: Eu vim para que todos tenham vida e todos tenham vida eternamente.

Comentarista: Agora, assistiremos ao Teatro “Um certo Jesus”, encenado pelos alunos do 8º ano A.

Comentarista: Para encerrar nossa programação convidamos a todos a dar as mãos e cantarmos juntos a Oração de São Francisco

Oração de São Francisco
Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvida, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó mestre, fazei que eu procure mais
consolar do que ser consolado;
Compreender do que ser compreendido;
Amar que ser amado
Pois, é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado;
E morrendo que se vive
Para a vida eterna.

Nenhum comentário: